BRASÍLIA

Estupros aumentam e homicídios dolosos caem em São Paulo

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


As ocorrências de estupro cresceram no estado de São Paulo no mês de junho em relação ao mesmo mês do ano passado, passando de 837 para 840. Já nos casos e nas vítimas de homicídios dolosos – aqueles com intenção de matar – e, nos roubos em geral, houve queda. As estatísticas criminais foram divulgadas hoje (23) pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

Os casos de mortes intencionais caíram 3,3% no mês passado, na comparação com junho de 2020, passando de 211 para 204. Em número de vítimas, houve queda de 6,8%, passando de 222 para 207. Em ambas as situações os resultados são os menores da análise histórica, iniciada em 2001, para os meses de junho.

Com as variações, as taxas dos últimos 12 meses (de julho de 2020 a junho de 2021) ficaram em 6,36 ocorrências e 6,68 vítimas de homicídios dolosos para cada grupo de 100 mil habitantes. A taxa de casos é a menor da série, considerando o mesmo período de anos anteriores.

LEIA TAMBÉM  PF investiga irregularidades no uso de recursos do Fundeb em São Paulo

No último mês, foram registrados 13 casos e 14 vítimas de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Em junho do ano passado, foram 13 boletins de ocorrência de latrocínio, com 13 vítimas.

O indicador de extorsões mediante sequestro teve um caso, sem ter registrado nenhuma ocorrência em junho do ano passado.

Roubos e furtos

A quantidade de roubos registrada no mês passado caiu 1%, na comparação com igual período de 2020, já que o total passou de 18.096 para 17.907, sendo o menor número desde 2002 no mês.

Já os roubos de veículos e de cargas subiram respectivamente de 1.930 para 2.430 e de 411 para 493. Além disso, ainda foram registrados três casos de roubo a banco, sendo que em junho do ano passado nenhuma ocorrência dessa natureza havia sido contabilizada.

Os furtos, em geral, e os de veículos também aumentaram. Os primeiros subiram de 30.741, em junho de 2020 para 37.578 casos no mês passado, e os segundos aumentaram de 4.801 para 6.328.

LEIA TAMBÉM  Primavera dos Museus pode ser vista até domingo

As polícias paulistas realizaram, no último mês junho, 13.160 prisões, o que representa aumento de 11,95%, já que, em igual período do ano passado, foram feitas 11.755. Foram registrados também 3.685 flagrantes de tráfico de drogas e 891 armas ilegais foram retiradas de circulação.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS